CD ACOLHIDA

Anúncio

FAÇA AQUI SUA PESQUISA

sábado, 7 de março de 2015

Aprenda como fazer um trabalho acadêmico segundo as Normas ABNT


Não bastasse o desespero que se instaura quando é necessário desenvolver um trabalho acadêmico, ainda é necessário prestar demasiada atenção e seguir corretamente as normas da ABNT. Esse fantasma, que assombra a vida dos estudantes, não é seguido à toa, essa padronização estabelece um modelo que auxilia a compreensão de todo conteúdo. E as regras são válidas também para desenvolvimento, fabricação e desenvolvimento de produtos, que os tornam mais eficientes e seguros.
Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) foi fundada em 1940 e é o órgão responsável pela normalização técnica do país, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro.
Em um trabalho acadêmico, existem elementos da estrutura que não podem faltar em hipótese alguma, e podemos dividir em pré-textuais: capa, folha de rosto, resumo, sumário; textuais: próprio trabalho, com introdução, desenvolvimento e considerações finais; e pós-textuais: referências e outros elementos adicionais como: apêndice, anexo e glossário.
Vamos tentar desmistificar o uso de algumas regras utilizadas, a fim de facilitar a vida de nossos leitores, começando pelo uso de citações.
Imagine você, o trabalho que determinado autor teve para elaborar um livro ou artigo, e depois de pronto o material, toda sua obra ser tomada como própria por outros inúmeros usuários? A citação serve para dar crédito ao autor de determinada ideia que compôs sua obra, copiar e não citar a obra não é apenas deselegante, como também crime de plágio.
Existem três tipos de citação:
  1. Direta (onde você transcreve o conteúdo do livro, citando autor, ano e página da publicação)
  2. Indireta (quando uma ideia é desenvolvida a partir de uma obra e você cita nome e ano da publicação)
  3. Citação de citação (citação de um conteúdo que foi citado na obra que você está consultando)
Referências são obrigatórias, pois além de citar os autores no corpo do texto, é necessário criar uma lista com os nomes de livros, filmes, monografias, mapas, etc, que foram utilizados para compor o produto final.
Sumários norteiam toda análise do conteúdo, tem um artigo que auxilia na criação de sumários automáticos. Além desta ajuda, é possível também baixar gratuitamente um arquivo com extensão.doc, com margem e estruturação já definida.
A lista de itens é grande, mas com essa gama de informações disponíveis, não há mais desculpas para pintar a formatação de seu trabalho acadêmico como um bicho de sete cabeças!
Mãos à obra e boa sorte!
Recomendo Curso de Pedagogia Hospitalar Recomendo Curso de Educação Infantil

Comente com o Facebook:

Receba nossas postagens